2006-08-04

Urgência


Urgência (Balada do 112)


No escuro sou escuro,
Tenho acessos divinos,
Revelações concretas,
Espaços abertos.

Esta noite tenho vida!
Na negra de pele negra,
Eu vou nascer!
Do falso nas mentiras,
Eu vou ouvir!
No azul que não existe,
Eu vou viver!
Na verdade que me solta,
Tenho vida!


Esta noite tenho vida!
Do que está para vir,
Eu quero prazer!
Do sonho que foi novo,
Eu vou fugir!
O tempo, se o vi,
Não vou esquecer!
De tudo o que é belo,
Tenho vida!

Esta noite vou ter vida!
Do prazer eterno,
Vou ter vida!
Do podre e do triste,
Vou ter vida!

E se assim penso,
E nela acredito…
…Preparo-me e entro…

(Adaptação recente de um poema escrito em meados de 90, só pelo gozo que me deu fazê-lo.)

5 comentários:

copa-rota disse...

Parabéns, amigo Guerreiro...simplesmente por estares vivo!

Permite-me que adapte este excerto, a uma lacuna da minha vida, só pelo prazer que me dá:

"Esta noite tenho vida!
Do que está para vir,
Eu quero prazer!
Do sonho que foi novo,
Eu vou fugir!
O tempo, se o vi,
Não vou esquecer!
De tudo o que é belo,
Tenho vida! "

Gostei muito...

Entro de férias hoje, deixo-te um abraço em nome dos poucos mas bons momentos que já passei por aqui...

" I'll be back...! "

Um abraço,

Miguel

copa-rota disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
copa-rota disse...

Deixo-te uma música:

" HERE COMES THE SUN "

I hope...

Um abraço ;-)

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Consigo identificar um velho amigo, um eterno irmão em muitas destas frases... Saudades!
Beijos meu irmão

Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read 20 cadillac inch rim does incredible have free stationery Moving companies richardson tx florida free video keno kinds of video keno game on slot machines Free coats fenfluramine adipex Best file recovery tool formatted drive Sportsbook soma